Mães de Oração

Diante de tantas funções e profissões que uma mãe exerce (professora, motorista, auxiliar de enfermagem, médica, faxineira, psicóloga, segurança, telefonista, auxiliar de serviços gerias, secretária etc), destacamos a sua intercessão. A soberania de Deus não exclui a responsabilidade humana, não nos isenta da oração, pois Deus, Todo-Poderoso é o mesmo que responde ao clamor do seu povo.

Quando o povo hebreu fez um bezerro de ouro para adoração, abandonando Deus, rejeitando o seu amor e cuidado, Moisés se levantou como um intercessor e Deus poupou toda a nação por causa da oração de um único intercessor. O Espírito Santo intercede por nós, com gemidos inexprimíveis, assistindo-nos em nossas fraquezas. Inevitável citarmos Jesus Cristo, deixou a sua glória, humilhou-se, por amor e assenso aos céus está junto ao Pai intercedendo por nós, apresentando ao Eterno os efeitos da sua morte em nosso favor.

No dia em que louvamos a Deus pelas mães de nossas mães, pelas nossas mães e por sermos mães, importante frisar que Deus ouve o clamor de uma mãe, e a Bíblia nos relata inúmeras histórias: Ana orou e Deus deu a ela um filho chamado Samuel, servo do Senhor desde tenra idade; Sara a mulher estéril que gerou o filho da promessa – Isaque; Joquebede – a estrategista – que livrou seu filho da morte e o ensinou os preceitos de Deus; Eunice e Lóide, que transmitiram a fé ao menino Timóteo, entre muitas outras mulheres citadas nas Escrituras. Eram mulheres, assim como nós, diferentes umas das outras, viveram em lugares e épocas distintas, mas uma coisa todas tem em comum: só conquistaram a vitória porque dependeram de Deus, clamaram ao Senhor, derramaram suas lágrimas ante do trono do Altíssimo, porque, em suma, eram mulheres de oração.

Se as mães falharem, a família naufragará; se abandonarem seu posto, a sociedade se corromperá; se não intercederem, o mundo mergulhará numa crise de consequências eternas. Deus tem levantado Saras para orarem pelos seus filhos, temos visto um mover do Espírito Santo em busca de mães ousadas que orem com intrepidez por seus filhos; que dobram seus joelhos em favor dos filhos até vê-los restaurados e usados com poder nas mãos do Senhor. Mães que busquem a salvação e a santificação de seus filhos, que sejam corajosas para enfrentar as investidas do inimigo contra seus filhos através da oração.

Mães de hoje, uma mensagem gostaria de lhes deixar: não teremos os nossos nomes escritos nas Escrituras como as mencionadas, mas certamente deixaremos as marcas das nossas orações na história dos nossos filhos e da nossa família. Seja firme, corajosa, não desista, mas insista, pois do Senhor vem a vitória para glória e honra do nome Santo de Jesus Cristo.

Parabéns pelo seu dia.

Texto baseado no livro “Mães Intercessoras”, Hernandes Dias Lopes.

Por: Manuela Rozanez

Fonte: Sou da Promessa

Confira também

Sem comentários