Vida abundante

Em março de 2014, vimos uma notícia surpreendente da morte da namorada do cantor Mick Jagger. A causa? Suicídio. L’Wren Scott, namorava o vocalista de uma das maiores bandas de rock (Rolling Stones). Na época o cantor ficou profundamente chocado e devastado, ele teria dito: “Ainda estou lutando para entender”. Fico pensando nas palavras de Jesus em João 10.10: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. No grego esta expressão significa “além da medida, acima do comum, mais do que o suficiente”. Qualquer pessoa poderia dizer que Scott tinha tudo: prestígio, posição, poder e mais dinheiro do que poderia usar, portanto, teria ela em abundância? Não! A vida abundante que Jesus oferece, vai muito além de riquezas e posições. A vida abundante produz bem-estar em todo o nosso ser (corpo, mente e emoções) com tudo o que é necessário para a vida. Faça-se esta pergunta: do que mais eu preciso na vida? Uma boa carreira, um corpo perfeito, boa saúde? Todas essas coisas são secundárias quando comparadas com os valores do Reino de Deus. Lembra-se do que o mestre disse em João 14.6? Ele disse: Eu sou a vida. Ou seja, “Quem tem o filho tem a vida” (1 Jo.5:12). Se você deseja experimentar a verdadeira vida, comece por Jesus. Sim, quem tem Jesus tem tudo! Tem mais do que precisa! Tem vida abundante!

Por: Wellington Varjão Lima escritor do Teologia Poesia e Prosa 

Confira também

Um comentário