Vencedor mas desclassificado

Medalha de ouro nos Jogos olímpicos. Lugar mais alto do pódio. Hino nacional tocando. Pessoas do mundo inteiro assistindo e impressionadas com o feito de um campeão. Ben Johnson, velocista, experimentou essa sensação quando ganhou a prova de 100 metros rasos na olimpíada de Seoul de 1988. No entanto, o mesmo que venceu foi desclassificado por causa de um doping. Da glória a vergonha

Esse atleta foi desclassificado por ter competido fora das regras. Quantas pessoas também parecem hoje estar subindo em pódios humanos, recebendo aplausos, mas sendo desclassificados no céu? O apóstolo Paulo disse a Timóteo: ” Nenhum atleta é coroado como vencedor se não competir de acordo com as regras (2 Tm 2.5)” . Mesmo que pareça que alguém está tendo sucesso na terra, o céu não aceitará vitórias sem princípios.  Não se iluda. Muitas vezes o que a terra aplaude, o céu rejeita. E o que o céu aceita, a terra rejeita. Estevão é um exemplo disso (At 7.56,57). Enquanto homens lançavam pedras nele, o Filho de Deus ficou de pé para honrá-lo.

É possível ter aparentes sucessos ministeriais e financeiros sem viver princípios. A Palavra diz: “Do que adianta o homem ganhar todo o mundo e perder sua alma? (Mc 8.36)” Ou seja, é possível alguém ganhar sucesso e ser desclassificado por não feito de acordo com os padrões de Deus. O próprio apóstolo Paulo disse: “subjugo o meu corpo e o reduzo a escravidão para que pregando a outros eu mesmo não venha de alguma maneira ficar reprovado (1 Cor 9.27)”.

Por isso, não se preocupe em chegar “lá”, mas em ser a pessoa certa ao chegar “lá”. Nunca comprometa uma verdade eterna por um sucesso passageiro.  Você não receberá a coroa de vencedor do Rei dos reis se não competir de acordo com as regras. Na minha vida decidi que não quero parecer um vencedor na terra e um desclassificado no céu. E você?

Fonte: Vento no Fogo

Confira também

Sem comentários