Que droga é essa de narguilé?

O narguilé, também é conhecido como cachimbo d’ água ou shisha ou Hookah – é um dispositivo para fumar no qual o tabaco é aquecido e a fumaça gerada passa por um filtro de água antes de ser aspirada pelo fumante, por meio de uma mangueira.

“Ah não faz mal e todo mundo está usando e nunca deu problema.”, “Ah para de esquisitice, até a mãe da minha amiga comprou um pra ela usar em casa”, “Fica tranquilo, é só uma fumacinha”. São essas as frases que geralmente ouvimos dos jovens e adolescentes, não tem nada de mais, mas saiba você que tem sim e muita. Por utilizar mecanismos de filtragem, o consumo de narguilé é visto como menos nocivo à saúde. Mas, na verdade, seu uso é mais prejudicial do que o de cigarros.

Jovens são os maiores consumidores de narguilé, que em muitos casos é a porta de entrada para a dependência e o consumo de outras formas de tabaco.

Participar de uma sessão de fumo de narguilé por uma hora equivale a consumir cerca de cem cigarros, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A informação faz parte de uma série de dados divulgados pelo instituto sobre o produto nesta quarta-feira (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Além de incluir 4,7 mil substâncias tóxicas presentes no cigarro comum, o fumo do narguilé, um tipo de cachimbo oriental, possui concentrações superiores de nicotina, monóxido de carbono, metais pesados e substâncias cancerígenas, de acordo com o instituto.

Quase 300 mil pessoas em todo o país consomem o narguilé, segundo a Pesquisa Especial sobre o Tabagismo (PETab), realizada pelo Inca junto com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número, contabilizado em 2008, equivale a uma cidade do tamanho do Guarujá, no litoral de São Paulo, também segundo dados do IBGE.

Informações da pesquisa Vigescola evidenciaram a alta prevalência do consumo do narguilé entre escolares de 13 a 15 anos em 2009. Em São Paulo (SP), 93,3% dos entrevistados que consumiam outros produtos de tabaco fumado, além do cigarro industrializado, declararam usar o narguilé com maior frequência. Em Campo Grande (MS), 87,3% dos estudantes ouvidos disseram preferir o cachimbo oriental. Já em Vitória, o percentual ficou em 66,6%.

Parece inofensivo, mais não é! Parece que assim você estará incluso no grupo, mais isso só te trará malefícios. Pense bem antes de ceder a um convite de um amigo para apenas soltar uma fumacinha, os perigos que essa droga traz são muito maiores do que parece.

“Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.” Gálatas 5:19-21

Fonte: Bem Estar/Inca/ Accamargo

Confira também

Sem comentários