Qualidades do professor que inspira, motiva e ensina!

  1. Espirituais

“O maior segredo que um líder pode ter é uma vida espiritual tão extraordinária que cause vontade nos outros de imitá-lo” – Josué Campanhã.

A principal, primeira e mais importante parceria que o professor deve fazer é com o Espírito Santo, buscando seu direcionamento estando em total dependência e obediência a ele. É fundamental que o professor tenha na sua vida a prática devocional diária, com leitura e meditação da Palavra de Deus, de oração e consagração, para exercer influência na vida de seus alunos. (II Tm 3: 14)

É indispensável também o entrosamento e a comunhão entre professores, colaboradores, lideranças e pastores da igreja onde serve ao Senhor no ministério do ensino.

  1. Ter Amor Pelo Que Faz

O bom professor ama as crianças e o trabalho com elas, entendendo ser este o seu ministério. É um discipulador (Mt 28: 19). Ele demonstra esse amor no falar, no agir e, na dependência plena do Senhor, sabe sempre dar a orientação necessária, com sabedoria.

  1. Tem Convicção Sobre A Salvação Da Criança

Tem cada vez mais profunda convicção que os pequeninos podem receber o Evangelho e terem, assim, suas vidas transformadas. Está convicto que o quanto antes as crianças forem conduzidas a Cristo, melhor. (Pv 22: 6)

  1. Tem desejo de que seus alunos aprendam e tenham vidas transformadas.

“(…) a Bíblia existe não apenas para ser estudada, mas para transformar nossas vidas.” – Moody.

Esta verdade deve estar na mente e no coração do professor, que deve saber que “ouvir não é necessariamente aprender”. Sam Doherty nos ensina em seu livro “Os Princípios do Ensino” que o verdadeiro aprendizado deve sempre produzir algum tipo de mudança. A verdade precisa atingir a mente antes de tudo, mas precisa também afetar as emoções e a vontade. Tudo isso é possível apenas quando a verdade foi bem ensinada e adequadamente explicada.

  1. Tem desejo de se aperfeiçoar.

Procura fazer novos cursos. Busca inovar-se com criatividade, está sempre aberto à mudanças, pratica a leitura da Bíblia e outros bons livros. Sabe que precisa melhorar seu desempenho como professor.

  1. Tem desejo de preparar bem suas aulas (plano de aula).

O bom professor sabe que precisa gastar tempo suficiente antes da aula para ter certeza de que está bem preparado. Quanto mais você preparar-se, melhor será o seu ensino. Uma aula bem preparada, já é 90% dada. Benjamin Franklin disse: “Quem falha na preparação, prepara-se para falhar.”.

“Muita determinação é necessária para se dar duro na preparação de sua aula semanal. Essa é a característica crucial do ensino eficiente. Sem ela, você jamais terá êxito, independentemente de quão bom cristão você seja.”

Procure separar, se possível, um momento diário para preparar sua aula. É necessário que você conviva com a mensagem durante uma semana até que seu coração a compreenda. Se o seu coração não a compreender, seus alunos também não a compreenderão.

Encontrar a verdade principal ensinada pela passagem ou história que você irá ensinar, e que deseja que seus alunos compreendam.

Decidir como essa verdade pode ser aplicada na vida das crianças de sua sala.

Preparar a atividade para os alunos que reforçará a ideia central da lição. O lúdico – a brincadeira, o brinquedo e os jogos são valorizados como uma das principais atividades da criança para que ela aprenda.

Quanto aos materiais didáticos, devemos usar os editados pela IAP. Caso a faixa etária ainda não tenha a literatura própria é recomendado pelo DIJAP as Lições da Editora Cristã Evangélica.

  1. O professor precisa preparar seu material.

O próximo passo é organizar e juntar os recursos visuais que você usará em sua aula: figuras devem ser recortadas, músicas cuidadosamente escolhidas, um versículo bíblico para memorização. Isso levará tempo. Essa organização pode ser feita junto com a preparação da aula.

A seguir, todo esse material visual precisa ser ensaiado. Isso é importante. Você precisa estar familiarizado com ele antes de utilizá-lo em sua aula. Uma boa ideia é utilizá-lo na frente do espelho de forma que você possa ver como está fazendo.

Em vários sentidos, a parte mais importante da aula é a sua preparação. Muitas pessoas, se tiverem a paciência, a capacidade de assimilação, um certo grau de conhecimento e muito preparo, tornam-se bons professores e desenvolvem uma real capacidade de ensino eficaz.

Fonte: Apostila do DIJAP Regional da Convenção Noroeste Paulista

Baixe toda a lição aqui: http://www.soudapromessa.com.br/wp-content/uploads/2017/11/Apostila-DIJAP-1911.pdf

Sem comentários