Delate-se

No mundo jurídico e também nas mídias jornalísticas, o termo “delação premiada” passou a ser muito conhecido, principalmente depois da famosa operação Lava-Jato. A delação é o ato de fornecer à autoridade competente informações importantes sobre determinado crime, a fim de que ele seja solucionado. É premiada a delação, porque em troca das informações, o informante, como prêmio, recebe uma redução na pena ou até mesmo o seu perdão.

Voltando para a nossa vida espiritual, semelhantemente à delação premiada, devemos, também, nos delatar para o nosso Deus. É muito importante que confessemos o nosso pecado diariamente e não por uma espécie de barganha com o Senhor, porque Ele já morreu por nós uma vez e pagou o preço de todos os nossos pecados, mas em benefício do nosso relacionamento e da nossa intimidade com Ele.

O prêmio que ganhamos por nos delatarmos é justamente esse: intimidade com o Senhor Jesus. Um dos atributos do nosso Deus é a onisciência, assim sendo Ele tem conhecimento de todas nas nossas obras: as boas e as más. Dessa forma, poderíamos pensar que por esse motivo não precisamos nos confessar, já que ele é conhecedor de todas as coisas. Entretanto, é no ato de nos delatarmos, de dizermos com as nossas vozes o nosso pecado, que criamos intimidade com Deus. É por meio dessa conversa que demonstramos como sentimos, como pensamos e como nos arrependemos.

Geralmente, quem se utiliza da delação premiada no mundo jurídico, o faz pela intenção de receber algo em troca. Em nossa relação com Deus, devemos nos confessar por amor. Porque ele é o autor da vida, mais que isso, é a própria vida e nossa existência está em suas mãos. Nossa confissão é um ato de confiança e esperança no Senhor. Em I João 1: 8-9 é dito o seguinte: se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.

Confiança, irmãs!! Existe um Deus que nos ouve e que nos purifica todos os dias das nossas más escolhas. Que tenhamos liberdade de falar com o Senhor, de confessarmos nossas perdas, nossas dores e nossos erros, pois ele já nos salvou e está pronto todas as manhãs para renovar sua graça sobre nós.

Fonte: Ministério de Mulheres

Confira também

Comentários encerrados.