Como ensinar a criança a ler a Bíblia

“Não é fácil ler a Bíblia!”, possivelmente você já ouviu essa expressão e talvez até considere essa possibilidade. Então, não seria um contrassenso levar a criança a ler algo que é de difícil compreensão? Por que ela tem que fazer isso? É possível, uma criança ter o hábito de ler a Bíblia e ainda compreender o seu texto? Se essas questões inquietam você, vamos prosear sobre o assunto.

  1. Incentive o hábito da leitura

Antes de pensar em ler a Bíblia, temos que lembrar que a leitura é um hábito que é construído desde a tenra idade. Por essa razão é importante incentivar a leitura em geral desde o nascimento da criança. Como? Leia para seu filho, leia regularmente diferentes histórias com bastante entusiasmo. Crie o hábito de interagir com a criança enquanto lê, peça para ela apontar um personagem no livro, fazer algum tipo de som ou gesto. Faça perguntas, das mais simples às mais complexas. Assim que a criança conseguir segurar objetos, forneça livros de plásticos e depois de tecidos e, finalmente de papel. Disponibilize diferentes livros em cada fase da criança. Ensine sobre o cuidado com os livros. Leve seu filho à biblioteca e livrarias, deixe-o se sentir encantado com a diversidade dos livros.

  1. Seja um exemplo

A criança precisa ver seus pais (ou responsáveis) lendo, apreciando a leitura em geral e, principalmente, lendo a Bíblia e bons livros que nos ajudam a compreendê-la. Ver o empenho e esforço dos pais na leitura, estimula o filho. Há alguns anos, minha rotina era acordar mais cedo que minha filha caçula e fazer minha devocional, então percebi a orientação de Deus de que ela deveria ver esse momento. Fiz os arranjos necessários na rotina de forma que ela pudesse presenciar uma parte do meu tempo dedicado à leitura e oração. Para minha surpresa, um dia ela pegou sua bíblia e revista da escola dominical e disse que iria fazer a sua devocional. Não fiz qualquer alarde, mas por dentro estava exultante e grata a Deus pela sua graça.

  1. Pesquise e compre para seu filho uma bíblia adequada para sua idade

É importante que a criança goste da sua Bíblia. Quando ela ainda não sabe ler, as Bíblias ilustradas são as mais indicadas. Inicie com as que têm menos textos e depois compre outras com textos mais longos. Quando estiver alfabetizada, forneça uma bíblia com uma tradução moderna e confiável. A Bíblia das Descobertas é minha sugestão para a criançada.

  1. Crie um ambiente devocional em casa

Aprendemos e desenvolvemos nossa espiritualidade quando estudamos a Bíblia sozinhos, mas também aprendemos e somos estimulados quando estudamos e oramos juntos. A regularidade de um momento com essa finalidade é imprescindível.

  1. Mostre o motivo para ler a Bíblia regularmente

Deus nos criou para nos relacionarmos com ele. Foi assim desde o Éden quando o Senhor ia ao encontro de Adão para conversarem, foi assim com Moisés quando conversava com Deus “como quem fala com o seu amigo”, foi assim quando Jesus disse que não mais nos chamaria de servos “mas sim, de amigos”. Para conhecer o nosso Deus, Senhor, Salvador e Amigo precisamos ir à fonte, e essa fonte é a sua Palavra. A Bíblia não é sobre nós, mas é sobre Deus, sobre o seu plano eterno de nos fazer seus filhos. Por causa do pecado, nossa tendência é sair fora, mas pela graça e pelo Espírito Santo que age em nós (e nossos filhos), podemos abrir os olhos e “ver as maravilhas da sua Lei”.

  1. Ajude a formar um plano e uma rotina

E agora, por onde começar? No início é bom que haja um material de apoio, livro devocional adequado para a idade (Sugestão: Surpresa para hoje, da RTM e União Cristã). Depois, incentive seu filho a fazer uma leitura sequenciada. Que tal começar com o evangelho de Marcos? É o evangelho que tem mais ação e, por ser o menor dos evangelhos, a criança terá a satisfação de completar a leitura em breve. Depois poderá ler o Evangelho de João e ver outra perspectiva da vida e ministério de Jesus. Algumas cartas pastorais como Tiago e as cartas de João, são indicadas. Fale da importância dele orar antes da leitura, pedindo a ajuda de Deus para ficar atento e compreender o texto. Diga que ele deve ler pelo menos duas vezes a passagem bíblica. Em seguida deve refletir e fazer algumas perguntas, tais como:

– O que essa passagem me ensina sobre Deus?

– O que ela me ensina sobre as pessoas e sobre eu mesmo?

– O que Deus quer que eu faça?

É importante que a criança termine esse tempo orando mais uma vez comprometendo-se em cumprir o que observou.

Pais, é certo que seu filho vai falhar e, por vezes, a preguiça falará mais alto, então ele pode deixar de ler ou ler sem qualquer atenção. Mas não desista! Mostre interesse, pergunte, fale sobre seu tempo devocional. Incentive-o com carinho e firmeza. Conheço algumas famílias que premiam seus filhos quando terminam a leitura de livros da Bíblia (ou determinado número de páginas).

Não tenho dúvidas que o maior legado que podemos passar para nossos filhos é o amor ao Senhor e o apego à sua Palavra. Isso exigirá de nós compromisso, determinação, força de vontade e, sobretudo, dependência de Deus. Mas tenho certeza, valerá a pena!

Fonte: Ultimato

Confira também

Comentários encerrados.