Como ajudar seus filhos a lerem a Bíblia

Pais cristãos sinceros desejam ajudar os seus filhos a aprender a ler, compreender, confiar e amar a Bíblia. Porém, a maioria de nós acha que isso é um desafio muito grande, e até assustador. A Bíblia é grande e complexa o suficiente para intimidar os adultos. Como podemos ajudar os nossos filhos a conhecer o livro mais importante que já foi escrito e a começar a desenvolver hábitos de desfrutar dele diariamente?

Não existe uma fórmula simples para o sucesso nessa questão. Cada criança é diferente, e o Espírito Santo trabalha de modos diferentes e em momentos diferentes com cada pessoa. Entretanto eu tenho experimentado alguns meios de graça que geralmente se mostram eficazes. Como pai de cinco filhos, e como pastor, compartilharei oito desses meios de graça que tenho provado serem úteis.

  1. Dê-lhes uma Bíblia que eles gostem

Você já deu aos seus filhos a sua própria Bíblia? Se eles não tiverem uma Bíblia, invista em uma. E compre a melhor Bíblia que você puder; uma que seus filhos gostarão de manusear e olhar, que comunique quão especial e valioso esse livro é.

Os editores de Bíblia produzem Bíblias lindas, com capas e papel de qualidade. Você pode considerar uma Bíblia de estudo para crianças. A editora Crossway acaba de publicar a Illuminated Bible [Bíblia Iluminada], e assim que meus adolescentes a viram, todos queriam segurá-la, folheá-la e lê-la.

Dê aos seus filhos uma Bíblia que exalte a dignidade, a beleza e a qualidade, que comunique a sua própria mensagem poderosa.

  1. Dê-lhes um exemplo a ser seguido

Tendo dito isso, as melhores Bíblias acabarão por ficar em uma prateleira empoeirada se nossos filhos não nos virem lendo as nossas próprias Bíblias de forma consistente, entusiasmada e alegre.

Quando criança, eu nunca conseguia entender por que meu pai se levantava muito antes de todos apenas para ler a sua Bíblia antes de ir trabalhar. Também me lembro de ficar intrigado com o hábito de minha avó doente ler a Bíblia em cada oportunidade. Por que alguém tão velho deseja tanto ler a Bíblia? Embora não tenha entendido isso quando criança, ambos os exemplos causaram uma impressão profunda em mim, que me afeta consciente e inconscientemente até hoje.

  1. Dê-lhes um motivo inspirador

Um jovem que conheço acha difícil levantar da cama pela manhã para o trabalho. Às vezes, ele deixa o despertador em modo soneca por seis vezes. Nós conversamos sobre isso e, embora seja um trabalhador, ele perdeu de vista o porquê de seu trabalho, o que dificulta a motivação. O porquê não é grande o suficiente para fazê-lo querer levantar quando o alarme dispara.

Se desejamos que os nossos filhos leiam a Bíblia, precisamos dar-lhes um grande motivo. “Apenas leia!” não é suficiente. Por que ler a Bíblia todos os dias? Porque, junto com a pregação fiel da Palavra de Deus, a leitura regular da Bíblia é a maneira principal e usual como Deus fala conosco hoje. As Escrituras não são apenas palavras de sabedoria para tornar a nossa vida melhor, mas as palavras de vida eterna que podem nos fazer “sábios para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus” (2Tm 3.15).

  1. Dê-lhes um plano claro e flexível

Uma vez que oferecemos o porquê, precisamos oferecer o como. Como eles podem ler a Bíblia? Onde começam? Quanto devem ler todos os dias? Eles deveriam ler o Antigo ou o Novo Testamento?

Precisamos dar aos nossos filhos um plano claro e flexível, senão eles simplesmente folhearão a Bíblia e, sem nenhum senso de propósito ou progresso, acabarão desistindo. Idealmente, o plano os guiará gradualmente através das partes mais importantes da Bíblia, em leituras diárias e flexíveis. Existem muitos , ou você pode criar o seu próprio plano sob medida para os seus filhos. (Eu indiquei um método em Exploring the Bible: A Bible Reading Plan for Kids [Explorando a Bíblia: um plano de leitura bíblica para crianças]).

Não pense que você precisa acertar o plano perfeito imediatamente. Ore pela orientação do Espírito e ajude seus filhos a experimentarem até encontrar um plano que pareça funcionar para eles.

  1. Dê-lhes perguntas a serem feitas

Quando eu era criança, meu pai tentou várias estratégias para me fazer ler a Bíblia, porém a mais eficaz foi fazer perguntas. Às vezes, ele me fazia uma pergunta simples relacionada ao que eu estava lendo. Isso garantia que eu tivesse que ler a passagem para encontrar a resposta, mas também me treinou a fazer perguntas sobre a Bíblia. Isso construiu o hábito de interagir com as Escrituras, de modo que eu não as lesse passivamente, mas de modo ativo. As perguntas eram geralmente sobre o conteúdo da passagem, mas à medida que eu envelhecia, as perguntas se transformavam em significado e aplicação.

As perguntas que tenho tentado treinar os meus filhos a fazer são: O que essa passagem nos ensina sobre Deus? Sobre o pecado? Sobre a salvação? Sobre Cristo? Sobre o evangelho? Sobre a vida neste mundo e no mundo por vir? Você pode ter outras perguntas. Mas ensine-os a consultar o texto.

  1. Dê-lhes respostas quando tiverem perguntas

Seus filhos terão dúvidas sobre textos que eles não entendem ou sobre a confiabilidade da Bíblia. Você deveria ter uma atitude acolhedora quando isso acontece. Pergunte-lhes regularmente se tiveram alguma dúvida sobre o que estão lendo. Deixe-os saber que você quer que cheguem até você com perguntas sobre a Bíblia e especialmente sobre como ela se relaciona com a vida deles.

Eles podem fazer perguntas que você não consegue responder. Não tem problema. Diga-lhes que você estudará e descobrirá a resposta, ou pedirá a ajuda de um pastor ou cristão maduro para encontrar a resposta. Sobre tudo o que eles perguntarem, certifique-se de considerá-lo com seriedade e sempre volte a eles com uma resposta, se quiser que continuem perguntando.

  1. Dê-lhes incentivo para continuar lendo

Um dos melhores hábitos que formamos em família foi nos reunir por 10 a 15 minutos quando chegávamos da igreja no domingo de manhã para discutirmos as leituras da Bíblia da semana anterior. Verificávamos se haviam respondido às perguntas deles e oferecíamos uma oportunidade para discutir o que haviam aprendido.

À medida que as crianças crescem, não fazemos muito isso. Antes, tentamos conversar informalmente com eles sobre o que estão lendo. Mas apenas mostrar um interesse contínuo e ter comunhão com a Palavra de Deus por alguns minutos, de tempos em tempos, encoraja os nossos filhos a continuarem lendo.

  1. Dê-lhes graça em seus fracassos

Como você, os seus filhos vão falhar. Eles se esquecerão de ler. Fingirão que leram. Serão letárgicos e preguiçosos. Darão todo tipo de desculpas. Não desista. Dê-lhes graça!

Caso os seus filhos não tenham nascido de novo, eles irão desapontá-lo nessa área repetidamente. Não desista. Dê-lhes graça! O mais legalista entre eles poderia transformar a leitura da Bíblia em obras de justiça. Dê-lhes graça. Continue apontando-os para a graça de Cristo e para o seu evangelho para cobrir os seus pecados e motivar a sua obediência.

Um dos melhores presentes que você dará aos seus filhos é a familiaridade com a Bíblia e sua mensagem. Dê-lhes uma Bíblia da qual gostem, dê-lhes um exemplo a ser seguido, dê-lhes um motivo inspirador, dê-lhes um plano claro e flexível, faça perguntas sobre a Bíblia, dê-lhes respostas às suas perguntas sobre a Bíblia, encoraje-os a continuar lendo e dê-lhes graça em seus tropeços e fracassos.

Fonte: Voltemos ao Evangelho

Confira também

Comentários encerrados.