Categoria : Mulheres

A casa caiu, e agora?

A frase “a casa caiu” é familiar para você? Despertador que não funciona e todos chegando atrasados na escola e trabalho, a comida que queimou no fogão, bebê que chora de dor de ouvido, filhos adolescentes a beira de um colapso, mãe cansada pelo trabalho árduo dividindo-se entre casa, trabalho, filhos, marido, pai esgotado do trânsito, insegurança, problemas no trabalho, dívidas e enfermidades. Discussões, problemas, e as tais diferenças de compatibilidade. Temperamentos, maneira de expressar, expectativas, ações e reações! Tudo é diferente entre os membros de uma família! E diga-se de passagem, só Deus para fazer dar certo essa combinação maravilhosa, estimulante e desafiadora chamada família. Mas o que faz com que um homem tenha paciência com a mulher controladora? O que faz com que um filho respeite seus pais, ou uma mulher suporte o mau humor do marido, o... ...

Leia mais →

Geração canguru

Leiam, como parte introdutória, a seguinte reportagem publicada no dia 2 de junho do corrente ano, no portal G1. “Homem de 30 anos que foi processado pelos pais por se recusar a deixar a casa deles finalmente abandonou o “ninho”. Ele deixou a casa da família na sexta-feira, duas horas antes de vencer o prazo dado pelo juiz para que cumprisse a decisão judicial favorável aos pais. De acordo com Christina e Mark Rotondo, o filho, Michael Rotondo, não ajudava com os custos da casa nem com as tarefas domésticas, e gastou o dinheiro que os pais ofereceram para que fosse viver em outro local. O casal relatou à Justiça que Michael voltou a morar na casa da família há oito anos após ficar desempregado. O rapaz se recusava a sair mesmo depois de receber cinco cartas de despejo desde... ...

Leia mais →

Você é muito amada

Vivemos em um tempo de efemeridades e esse fato reflete, sem dúvida, nos nossos relacionamentos e em como enxergamos a nós mesmas. A forma efêmera, ou seja, passageira, inconstante e transitória na qual a sociedade é sustentada nos dias atuais gera, muitas vezes, uma triste consequência para as pessoas, especialmente as mulheres: a sensação de que não é amada. À medida em que as pessoas estão cada vez mais conectadas virtualmente, preocupadas com suas rotinas diárias, com seus empregos e com sua imagem, gradativamente começa crescer o distanciamento das relações interpessoais e ausência de troca de afeto entre os indivíduos, acarretando em sentimentos de solidão e isolamento, fazendo com que muitas mulheres desacreditem no amor em todas as suas formas. O que precisamos ter em mente, embora a sociedade seja cada vez mais individualista, é que há um Deus que... ...

Leia mais →

Realidades que desafiam a família

“Assim vocês se lembrarão de obedecer a todos os meus mandamentos, e para o seu Deus vocês serão um povo consagrado” (Nm 15.40). A família cristã vive a sua vocação no plano de Deus em contextos e realidades culturais muito adversos. Essas realidades desafiam a identidade, a missão e a perseverança da família como uma agente da proclamação, testemunho, serviço e adoração ao Senhor. A primeira realidade cultural que desafia a família cristã é o mundanismo, isto é, a infiltração de uma mentalidade ‘anti-Deus’ que passa a moldar o estilo de vida dos membros do lar. Essa mentalidade mundana é um ataque frontal à moral e aos costumes ‘judaico-cristãos’ que formam a base dos valores da família cristã. Esses ataques começam quase sempre no campo da moralidade sexual. Primeiro, vem a ideia da liberdade – o direito de fazer o... ...

Leia mais →

O que tem que ser…

…assim será. Ainda mais se Deus quiser que seja. Aí será mesmo. Porque quando Deus quer que seja, não há nada que seja capaz de impedir que seja. Será e pronto. Porque, como está dito em certo lugar da Bíblia, nas mãos dele há força e poder. Mas se liga numa coisa: aguarde a hora certa. Não avance o sinal e nem aceite que alguém a force a fazê-lo. Lembra da Maria, a que cedeu o próprio útero para trazer o Filho de Deus ao mundo? Ela tentou forçar a barra para cima de Jesus fazer um sinal antes da hora. Jesus, porém, que nunca dormia no ponto, não topou entrar na dela. A reação de Jesus foi firme: “A minha hora não chegou ainda. Não me apresse” (Jo 2:4, A Mensagem). Quanta gente quebrou a cara tudo porque se... ...

Leia mais →

Você daria ao seu cônjuge as senhas do seu smartphone e das suas redes sociais?

Se você pensa que não compartilhar sua senha é privacidade, reveja seus conceitos. O casamento não permite segredos e esconderijos Sem sombra de dúvida o advento da grande rede em muito contribuiu para o desenvolvimento e aprofundamento das relações humanas, isso sem falar é claro na disseminação do Evangelho que ganhou proporções gigantescas. E as chamadas redes sociais? Pois é, mídias como o Facebook, Twitter, Instagram e WhatsApp em muito têm colaborado para a formação de novas amizades. Ora, ninguém discute os benefícios da Internet, até porque devido a ela, pessoas das mais variadas culturas têm tido acesso à informação. Todavia, também é inquestionável o fato de que com a multiplicação dos que vivem no chamado “mundo virtual”, aumentaram também a intolerância, o desrespeito e o ódio entre as pessoas, principalmente através das chamadas “redes sociais”. Ademais, para nossa tristeza,... ...

Leia mais →

Só para as ansiosas!

Você se considera uma pessoa ansiosa? Conhece alguém que seja ansioso (a)?. Muitos consideram a ansiedade como o mal do século. A Revista Isto é, divulgou em fevereiro de 2017 a seguinte informação: “O Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade.”  Esse mal pode afetar todas as faixas etárias, sendo duas vezes mais comum em mulheres. Como sempre, meu desejo é apenas levar você a uma reflexão e não tenho a pretensão de esgotar o assunto, mas nos últimos tempos precisei encarar a ansiedade de uma forma bem intensa. Temos passado por algumas mudanças em nossa vida e infelizmente permiti que a ansiedade tomasse conta do meu corpo,... ...

Leia mais →

Construindo o céu em casa

Quando você está fora e pensa em sua casa, qual o primeiro sentimento que lhe acomete? Se, de imediato, uma memória afetiva salta ao seu pensamento, trazendo uma boa recordação do seu “cantinho especial”, arrisco dizer que você tem um lar. Uma casa a gente constrói com recursos materiais, já um lar requer matéria prima emocional. Costumo dizer que todas as experiências que vivo fora do lar, seja em um lugar singelo ou sofisticado, em um grande evento ou uma simples reunião, ao final me remetem a falta que sinto do meu lar, da minha cama, do cantinho de quietude, dos meus pertences, da minha família. Resumir em duas palavras a ideia de um lar, como o pedacinho do céu, não é tarefa fácil, mas se me pedissem para fazê-lo eu usaria as palavras paz e harmonia. O texto de... ...

Leia mais →

Visão desfocada

De acordo com Jesus, se tentarmos melhorar o casamento mudando o cônjuge (esforçando-nos para tirar o cisco do olho do parceiro), então as energias estarão sendo gastas com a atividade errada. O lugar para começar são nossas próprias falhas – a viga que está em nosso olho. Não é uma sugestão de que nosso cônjuge não possua fraquezas ou falhas, mas tentar lidar com ela é o ponto onde se deve começar. No meio de uma tempestade conjugal, as primeiras perguntas a fazer são: O que há de errado comigo? Quais são as minhas falhas? Essa abordagem pode parecer estranha. Afinal de contas, talvez vocês achem que o outro seja responsável por 95% do problema. Embora vocês não sejam perfeitos, suas falhas podem parecer relativamente menores. Ainda que isso seja verdade (embora os percentuais de culpa possam mudar após séria... ...

Leia mais →