Categoria : Homens

Uma poderosa mudança na vida

O evangelista Lucas registra o importante episódio dos dois discípulos de Emaús, que caminham desassistidos de esperança, mergulhados nas sombras de expectativas frustradas, até que reconhecem o Cristo ressurreto, caminhando com eles, ensinando a eles, e tendo comunhão com Deus. Uma mudança profunda foi efetuada na vida deles. Que mudanças foram essas? Em primeiro lugar, olhos abertos pela exposição das Escrituras (Lc 24.26,27,31). Jesus revelou-se pelas Escrituras. Ele já havia ensinado: “Examinai as Escrituras, porque são elas que testificam de mim” (Jo 5.39). Quando reconhecemos em nosso caminho que Jesus está vivo, não há mais espaço para a preocupação ( Lc24.17), tristeza (Lc 24.17), desesperança (Lc 24.21) e incredulidade (Lc 24.25). O Cristo que tinha de padecer devia também entrar na sua glória. Cristo não foi derrotado pelo poder da morte, mas triunfou através dos seus sofrimentos e venceu a... ...

Leia mais →

Minha oferta, minha VIDA!

A história de Caim e Abel é rica em detalhes. Tem muito a nos ensinar sobre a maneira correta de nos aproximarmos do Senhor. Entre os teólogos, o debate é grande para saber o que fez com que Deus aceitasse a oferta de Abel, e rejeitasse a de Caim. Alguns tentam explicar que Deus aceitou a oferta de Abel porque esta envolvia “derramamento de sangue” e a de Caim não. Parece um ponto de vista um tanto quanto forçado, visto que as leis referentes a ofertas não haviam sido normatizadas. Prefiro pensar que o que estava em questão no texto era a atitude do coração dos adoradores. As intenções de Caim eram más enquanto as de Abel, boa. Pelo menos é isso que transparece o versículo.  O problema não foi o que eles ofertaram mais a atitude com que o... ...

Leia mais →

Qual o nome do futuro?

O medo do amanhã está estampado em cada vez mais rostos que encontro. A corrupção de uns poucos assaltam bem mais que os cofres do país, assaltam a paz da alma, a tranquilidade do coração e a saúde do raciocínio. Assaltados em suas possibilidades, pessoas são vitimadas por quadrilhas de terno e gravata, gente que só tem olhos para o ego refletido no espelho, jamais para os milhares que deram seu precioso voto de confiança. Grana não é tudo, e na conta da vida grana significa muito pouco, afinal, perder a confiança num amanhã melhor leva inevitavelmente para esse quadro preocupante: medo. Mas o medo nunca vem sozinho, vem sempre muito mal acompanhado. Estresse, preocupação, dúvida, incerteza, desequilíbrio, doenças emocionais, incapacidade reflexiva, instabilidade intelectual, falta de foco, desmotivação. Enfim, ontem não foi bom, hoje está um pouco pior, caramba!, que... ...

Leia mais →

Você é mesmo um cristão? Como sabe disso?

O apóstolo João escreveu o evangelho para mostrar como uma pessoa pode ser salva: “Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (Jo 20.31). E escreveu sua primeira carta para mostrar que os salvos podem ter certeza da salvação: “Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus” (1Jo 5.13). Há dois erros que precisam ser evitados: Primeiro, buscar outro meio de salvação, fora de Jesus. Segundo, duvidar que a salvação oferecida por Jesus possa ser perdida. Todo aquele que crê em Jesus pode ter certeza da vida eterna, porém, a falsa segurança, pode ser uma grande tragédia. Por isso, João elenca na primeira epístola três mentiras... ...

Leia mais →

Quando eu estarei satisfeito?

Versículo do dia: Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles esteja. (João 17.26). Imagine ser capaz de desfrutar o que é mais agradável com poder e paixão ilimitados para sempre. Essa não é a nossa experiência atual. Três coisas ficam no caminho de nossa completa satisfação neste mundo. Nada tem um valor pessoal grande o suficiente para satisfazer os anseios mais profundos dos nossos corações. Nós não temos a força para provar os melhores tesouros em sua máxima excelência. Nossas alegrias aqui chegam a um fim. Nada dura. Mas, se o propósito de Jesus em João 17.26 se tornar realidade, tudo isso mudará. Se o prazer de Deus no Filho se tornar nosso prazer, então o objeto de nosso deleite,... ...

Leia mais →

Vale a pena estar na presença de Deus

Para impedir que o seu caso com Bate-Seba viesse à tona, Davi mentiu e matou. Um abismo sempre chama outro abismo (Sl 42:7). Por essa razão, jamais se deve brincar com abismo. No caso dele, um abismo, o do adultério, chamou dois outros abismos, o da mentira e o do homicídio. Caído nesses abismos, compôs um salmo para tentar se acertar com Deus. Davi, nessa ocasião, não pediu para Deus manter a sua coroa, o seu reino, o seu poder, a sua fama, a sua casa, a sua glória, o seu ouro, o seu nome. Davi pediu uma coisa apenas: “Não me lances fora da tua presença” (Sl 51:11a). De que adianta ter coroa, ter reino, ter poder, ter fama, ter casa, ter glória, ter ouro, ter nome, e não estar na presença de Deus? Não adianta de nada! Davi... ...

Leia mais →

Tempo com filho(s): prepare-se para essa oportunidade importante do seu dia

A reportagem sobre a ausência crescente do pai (homem) na criação dos filhos, publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, há quase 20 anos, no dia 1º de novembro de 1998, mas ainda atual, suscita duas questões importantes: primeiro, se o pai é realmente necessário; segundo, o que o homem pode fazer para reverter essa situação. Pelo jeito como a reportagem foi construída, a impressão é que realmente o pai é indispensável para o desenvolvimento saudável da criança e do jovem. A primeira carta de reação à reportagem é exatamente de uma mulher que critica o material, por dar a entender, por exemplo, que uma viúva está fadada a não conseguir oferecer uma boa educação aos filhos. O fato é que tanta coisa está mudando na sociedade que podem-se imaginar famílias plenamente realizadas sem a presença de um pai. Só... ...

Leia mais →

“Consertar” o outro, é possível?

Após ouvir as queixas daquela mulher de ter um marido calado, individualista, irritadiço, etc, etc, perguntei-lhe: “Você sabia que ele era assim antes de se casarem?” Sem que me causasse qualquer surpresa, ouvi sua resposta: “Sim, mas pensei que, com o tempo, ele fosse mudar.” Muitas pessoas se casam pensando dessa forma. Entram para o casamento cheias da expectativa de ter um cônjuge ideal, de acordo com a imagem que idealizaram durante a vida. Porém, mais cedo ou mais tarde, descobrirão que essa é uma missão impossível, porque cada pessoa tem ideias e vontades próprias. Ninguém muda ninguém; as mudanças ocorrem com o crescimento pessoal e a conscientização interior; com uma disposição que vem de dentro para fora. Isto quer dizer que, por mais que um cônjuge reclame, chore ou implore, não terá sucesso no objetivo de provocar mudanças significativas... ...

Leia mais →

Ensina o teu filho o que Jesus ensinou

Ensina o teu filho a não andar no caminho da antipatia (Mt 5:22), porque quem anda nesse caminho gosta muito de não gostar de quase todos que estão ao seu redor. A coisa mais difícil é ouvi-lo dizer que foi com a cara de alguém. Ensina o teu filho a não andar no caminho da fantasia (Mt 5.27), porque quem anda nesse caminho destrói a si próprio, a própria família e a família dos outros, porque fantasias sexuais são como água mole em pedra dura, tanto bate… O resto você já sabe. Ensina o teu filho a não andar no caminho da mentira (Mt 5:37), porque quem anda nesse caminho perde a credibilidade e sem credibilidade não há relacionamento que sobreviva. Que a fala e a vida dele seja “sim, sim” ou “não, não”. Ensina o teu filho a não... ...

Leia mais →

Quando o perfume perfuma?

O crente é sal para a humanidade quando tem uma linguagem sadia — não mentirosa, não caluniadora, não bajuladora, não agressiva, não obscena. O crente é luz para o mundo quando realiza transações honestas, não assume débitos que não pode resgatar, paga suas contas no prazo certo, desculpa-se quando precisa adiar o pagamento de uma dívida, não emite cheques sem fundo, não aceita suborno de espécie alguma, sabe controlar seus gastos, não faz do dinheiro o seu deus, não é sovina. O crente tem credibilidade quando é autêntico, não lava apenas o exterior do prato, não tem duas caras nem duas medidas, quando se compromete “a viver o que prega e deixar de pregar o que não vive”. O crente é perfume que se espalha por todos os lugares quando tem relações humanas aprovadas — delicadeza, cordialidade, humildade, paciência, tolerância,... ...

Leia mais →