Categoria : Artigo

Evangelização: o tempo é agora!

Aqueles que foram alcançados pelo Evangelho de Cristo e vivem para a glória de Deus, devem, com senso de urgência, proclamar a palavra de Deus aos que estão perdidos, a fim de que sejam salvos pela graça, mediante a fé, para a prática das boas obras. Todo chamado é um enviado. Quem encontrou o Pão da vida, não pode sonegar esse Pão aos que perecem. Aqueles que foram arrancados do império das trevas, não podem deixar de levar a luz do evangelho aos que jazem nas trevas. Aqueles que foram perdoados, não podem deixar de avisar aos que jazem perturbados pelos seus pecados, que Deus é rico em perdoar e tem prazer na misericórdia. Por que a evangelização é uma tarefa urgente? Em primeiro lugar, porque os homens estão perdidos. O homem é concebido em pecado. Desvia-se desde a sua... ...

Leia mais →

Dica de Livro: Discipulado – Dietrich Bonhoeffer

Sinopse: A leitura desta obra torna-se uma tarefa imprescindível para todo aquele que se propõe a mesma pergunta que orientava Bonhoeffer: “O que é o cristianismo, ou ainda, quem é de fato Cristo para nós hoje?”. Para ele, ficou evidente a necessidade de criticar o que chamou de “graça barata”, que, “em vez de justificar o pecador, justifica o pecado”. Ou seja, a postura que a Igreja assume ao inverter todo o esforço dos reformadores sintetizado na doutrina da justificação pela fé mediante o sacrifício na cruz de Cristo. Justamente por isso, “a graça barata é a inimiga mortal de nossa Igreja”. Foi contra esse tipo de graça que os esforços de Bonhoeffer se direcionaram, reiterando enfaticamente a verdadeira vida em comunidade, na qual o discipulado é visto como compromisso radical de obediência a Cristo — mesmo que implique a... ...

Leia mais →

Quando compreendi que precisava de um salvador

Há algumas semanas vários amigos compartilharam em seus perfis no Facebook um texto intitulado “Nós, os nascidos na igreja”. Fui ler e, assim como eles, me identifiquei bastante com vários assuntos abordados na publicação, que retrata bem a realidade de quem teve a oportunidade de “nascer na igreja” e crescer nela. Boa parte das minhas recordações, por exemplo, se referem a momentos que passei na igreja, seja nas aulas da escola dominical, nos ensaios da banda – que, quando criança, eu ia com um sax de brinquedo – ou simplesmente quando ficava esperando todo mundo ir embora para pedir que os diáconos me deixassem apagar as luzes. O texto também falava que muitos dos nascidos na igreja poderiam, em algum momento, se distanciar. Foi exatamente o que aconteceu comigo. Quando estava terminando o ensino médio, passei a frequentar cada vez... ...

Leia mais →

Deixe seu filho ficar triste

Divertida Mente, o melhor filme da Pixar de todos os tempos, mostra o papel fundamental das emoções em nossas vidas. E ensina que não é possível fugir a tristeza – ela pode ser tudo o que precisamos em determinados momentos. Divertida Mente é o melhor filme já produzido pela Pixar. Pode não vir a ser o preferido da audiência e dos críticos, nem seu mais estrondoso sucesso. Mas o melhor na medida em que cumpre com maestria inigualável a missão do estúdio, de contar boas histórias que sejam, a um tempo, inovadoras e emocionantes. Ao transformar emoções em personagens e alocar a ação dentro da mente de uma criança o diretor Pete Docter fez as duas coisas ao mesmo tempo. Seus protagonistas são pioneiros na história do cinema (e quem, senão um animador, poderia fazer conceitos abstratos se tornarem personagens?).... ...

Leia mais →

Fale mais sobre você

Um dos pontos principais da fé cristã é reconhecer-se pecador. Não há motivo para salvação se não há um pecador. Isso é fato. Portanto, para me considerar cristã, preciso primeiramente olhar para mim e assumir o que em mim é inteiramente oposto a Cristo. Porque há muito em mim que envergonharia Cristo se ele não já soubesse quem sou. Há algo que tenho observado. Eu sofro do mal da falta de autoanálise. Contudo, tenho a visão bastante apurada quando se trata do drama alheio. Falo dos pecados alheios com uma análise que faria jus a um excelente terapeuta, contudo, quando em um ambiente de confessar pecados uns aos outros digo “sim, sou pecadora” de forma bastante genérica e evasiva. Devido à postura arrogante para falar do erro do outro, acabo ficando isolada. Ninguém se sente à vontade ao ser acusado... ...

Leia mais →

O espírito está pronto, mas a carne é fraca

Sou do tempo quando minha mãe pedia que eu fosse ao açougue e comprasse um quilo de carne, eu ia, comprava, e trazia exatamente um quilo… de carne! Hoje ninguém garante mais nada. Quando se leva um quilo de carne não se sabe ao certo um quilo do quê exatamente está se levando para casa. Perigosos tempos carnais esses que estamos vivendo. A força midiática colocou no centro da notícia o tema. Nosso escândalo nacional está na boca da imprensa mundial. De novo somos notícia, ruim, mas somos. Até o próximo escândalo, porque impressiona nossa capacidade de produzir catástrofes diariamente, falaremos sobre carne. E esqueceremos, ou fingiremos não saber, que praticamente tudo que consumimos em termos de alimento está carregado de algum tipo de contaminação, por isso que produtos orgânicos nos supermercados são mais caros, afinal, eles dão mais trabalho... ...

Leia mais →

Como fazer uma boa devocional

6:00h da manhã de mais um dia… O despertador do celular toca, avisando que um novo dia já começou. Você acorda, toma café e vai para o trabalho. Ou então, já prepara as crianças para irem à escola e inicia mais um turno de trabalho no lar. Durante o dia, as ocupações cotidianas consomem uma grande parte da sua energia e do seu pensamento. O dia passa que você nem percebe. Chegou a noite, mas o seu trabalho continua. Além disso, é imprescindível você separar um tempo para a família e tenta fazer isso, da melhor forma possível. Você se prepara para dormir e praticamente cai exausta na cama. Nesta hora, você se recorda: e o meu momento devocional? Então você se compromete a, no dia seguinte, ter um momento a sós com Deus, para estreitar o seu relacionamento com... ...

Leia mais →

Porque tantas provações?

“Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a Tua palavra” (Salmo 119:67). Certo editor começou a ter problemas de visão. Achando que precisava de óculos de grau, ele marcou uma consulta com o oftalmologista. Este lhe disse que sua real necessidade era descanso para os olhos. O editor explicou que isso era impossível, uma vez que o seu trabalho exigia que ele passasse o dia sentado à escrivaninha, lendo e escrevendo. O oftalmologista perguntou-lhe onde morava. Ele respondeu que morava em um local de onde se podia ver os montes Pireneus, na França. “Vá para casa, e trabalhe normalmente”, disse o oftalmologista, “mas, a cada hora, vá até a varanda, e olhe para as montanhas. Ao fixar seu olhar na distância, seus olhos poderão descansar.” Às vezes, também precisamos fixar o olhar na distância, cansados como estamos das... ...

Leia mais →

Mi-mi-mi desculpa!

O divã digital aceita tudo e não respeita ninguém. Não importa a hora, o momento, o dia. Não vem ao caso se somos ou não amigos. Amigos mesmo, de verdade, daqueles que compartilham perdas, dramas, fraquezas, pratos, preferências, segredos. Não amigos de redes sociais, aqueles mais de mil amigos que nem sabemos quem são ao certo. Enfim, do nada, mais que de repente, você está lá apenas surfando nas ondas da tela de um computador qualquer, aparece o desabafo, a ofensa, a indireta, a baixaria, a sujeira que estava embaixo do tapete de um “amigo” que na maioria das vezes nem amigo é. E você, sem entender e nem acreditar no que está ali publicamente, lê. Tem de tudo. Sentenças piegas. Críticas infundadas. Ódios gratuitos. Haschtags modinhas. Deboches inexplicavelmente agressivos. Apelações religiosas. Correntes melosas. Gramáticas porcas. Lavação de roupa suja.... ...

Leia mais →