Categoria : Artigo

Qual o “porquê” da sua vida?

Não perca o motivo de viver O “porque” em questão não é “por que” de pergunta. É “porquê” de motivo. Talvez você nunca parou para pensar no “porquê” de motivo. A sua mente se ocupa mais com o outro “por que”, o de pergunta. É normal pensar mais nele mesmo, ainda mais quando se lida com o Deus soberano, o Deus que, como está dito em certo lugar, “faz tudo o que lhe apraz, no céu e na terra, no mar e nas profundezas das águas”. Muitas dessas ações dele nos deixam cheios de questões! Mas o “porque” que agrega sentido à vida não é o “por que” de pergunta. É o “porquê” de motivo. É por causa desse “porquê”, o de motivo, é que muita gente não joga a toalha na lutas diárias. Quanto mais forte esse “porquê”, mais... ...

Leia mais →

A importância de ter um coração grato

Infelizmente, somos acostumados a reclamar. Reclamamos do sol, da chuva, do trabalho, do trânsito… da vida. É muito mais fácil ver alguém murmurando porque o dia amanheceu chuvoso do que agradecendo pela água que rega a terra, limpa o ar e traz fertilidade ao solo. Mal dizemos as segundas-feiras pela manhã, falamos mal do trabalho vez após vez e lamentamos a rotina. Não paramos para enxergar as bênçãos que nos cercam e que são derramadas sobre nós abundantemente. O que seria de nossos dias se ao invés de reclamarmos, agradecêssemos profusamente? Eles seriam mais felizes e agradáveis, pois uma perspectiva positiva e grata em relação ao cotidiano é muito melhor do que uma visão negativa e murmuradora. Ter um coração grato é virtude apreciada por Jesus. Isso fica claro ao lermos a passagem do Evangelho de Lucas, capítulo 17, versículos... ...

Leia mais →

Sem tempo para Deus: a agitada tarefa de ser mãe

Acordamos, e quando menos esperamos já está na hora de ir dormir, e o dia se passou como um relâmpago e mal sentamos, e mal comemos, e mal dormimos. Não pense você que estou reclamando, ao contrário, precisamos falar mais sobre nossas realidades como mulheres cristãs e mães que somos. Onde quero chegar? Na reflexão: em nosso dia a dia, onde fica aquele tempinho para agradecer a Deus, por termos visto o acordar de nossos filhos e marido, a provisão do pão de cada dia, nosso respirar, nossa saúde, nossa casa, tudo o que experimentamos a cada dia? Elevamos o tempo todo o nosso pensamento a Deus – como quando deixo meu filho na escola e digo em pensamento: “Senhor o proteja e não deixe mal algum acontecer” – mas no que precisamos parar e refletir é como anda a... ...

Leia mais →

Eu preciso mesmo disso tudo?

Eu contei 21 relógios. Sim, vinte e um! O pior é que esse não era o único sintoma de exagero…  Precisei fazer uma reforma em minha casa e foi necessário tirar TUDO do lugar. Assim, aproveitei pra fazer uma faxina e praticar o tal desapego. Mas o que encontrei revelou muito mais do que as lembranças das fotos antigas. Sempre fui consumista, confesso, mas encontrar uma caixa com 21 relógios esquecidos me fez refletir quantas vezes tentei preencher vazios da minha vida com coisas. Quantas vezes o TER teve muito mais importância que o SER. Lembrei de quantas vezes escondi sacolas no carro por semanas para não mostrar pra família (quem nunca?).  Sem contar nas vezes em que tive problemas financeiros por conta disso.  Mas enquanto o exterior estava impecável, ostentando uma variedade incrível de roupas e acessórios, o interior... ...

Leia mais →

Visão que alegra

Tomé ficou para sempre rotulado como o cara que precisou ver para crer. Pregadores geralmente gostam de criticar o apóstolo. É fácil do conforto e da distância de fatos que já aconteceram, censurar as atitudes de Tomé. Vou então falar por mim, tenho muito mais de Tomé do que dos demais apóstolos. E pelo que tenho observado em minhas andanças e relacionamentos, tem muita gente que vive as mesmas angústias que eu e Tomé: precisam ver! Queremos ver. Fotos não bastam. Queremos ver ao vivo, testemunhar, contemplar, estar ali. Pense nas muitas fotos que já viu dos mais variados pontos turísticos deste mundo, você as vê e suspira pelo dia que finalmente poderá ir e conferir pessoalmente as belezas que lente fotográfica alguma é capaz de capturar, apenas e tão somente a lente dos olhos consegue. Não nego com isso... ...

Leia mais →

Mal de família

Por que você é assim tão explosiva? Mal de família! Na minha família as pessoas são assim, briguentas, raivosas, amargas. Por que você é assim tão rabugento? Mal de família! Na minha família o mau humor é permanente, faça chuva ou faça sol. Por que você é assim tão reclamona? Mal de família! Na minha família todo mundo reclama de tudo e de todos o tempo todo, não vendo nada de bom em nada. Por que você é assim tão mulherengo? Mal de família! Na minha família os homens não podem ver um rabo de saia que já vão logo dando em cima. Por que você é assim tão egocêntrica? Mal de família! Na minha família todos amam a si mesmos além da conta e não querem saber de repartir nada com ninguém. Por que você é assim tão agressivo?... ...

Leia mais →

Culto de despedida do Pr. Elias Alves

No último sábado foi realizado, na direção da primeira igreja de Jales, o culto de despedida e gratidão ao Senhor pela vida do Pr. Elias Alves e dsa. Marilsa. Foram 35 anos de ministério abençoado pelo Senhor e por isso, além das lágrimas de saudades, louvamos ao Senhor pelos anos que passamos junto a esse abençoado casal. Na ocasião contamos com a presença dos irmãos da primeira igreja e outras, amigos e de alguns pastores dentre eles Pr. Fernando Duarte (diretor Regional), Pr. Aldo (diretor do Ministério de Pastores Geral) e Pr. Gilberto (representante da diretoria Geral). ...

Leia mais →

Atitudes dos pais afetam espiritualidade dos filhos, diz especialista

A melhor maneira de transmitir princípios e verdades bíblicas é por meio da inspiração, promovida pela coerência na vida dos pais “Filhos não precisam de pais perfeitos, precisam de pais coerentes.” Dados da Igreja Adventista na América do Sul mostram que os jovens são a maioria das pessoas que abandonam a fé. Este é um assunto delicado, e vem sendo trabalhado por líderes e especialistas a fim de remediar essas estatísticas. A Agência Adventista Sul-americana de notícias (ASN) entrevistou o pastor Alacy Barbosa, líder do Ministério da Família para a instituição em oito países do continente, sobre a importância de os pais viverem o que ensinam aos filhos. 1- Hoje, os filhos dizem que não mais querem seguir a religião dos pais, e abandonam os princípios bíblicos. A família é responsável por isso? R- Os pais querem que seus filhos... ...

Leia mais →

Sou o seu tesouro

Lembre-se de mim, neste 11 de dezembro Fui escrita há mais de dois mil anos. Já tive modelos frágeis, hoje sou forte, sou até aplicativos, fico aberta nas casas. Fico empoeirada, mas as pessoas não me leem. Tenho muitas mensagens para ensinar, acalmo as pessoas no desespero, mas elas não lembram de me ler na alegria. Fico esquecida, na correria da semana. Estou ali, no cantinho da gaveta ou na cabeceira da cama. Eu sou a Bíblia Sagrada e meu dia é comemorado no segundo domingo de dezembro. Muitos só lembram de mim no fim de semana, isso quando meu dono vai à igreja. Se ele viaja, muitas vezes, não sou levada na mala. Sou o melhor presente para dar a alguém. Às vezes, me oferecem para as crianças quando nascem, mas nem falam para elas sobre mim. Elas ficariam... ...

Leia mais →

Amar é tão difícil que virou um mandamento

“Amem uns aos outros com todas as forças e com um coração puro.” (1Pe 1.22) A Bíblia insiste teimosamente no amor. No amor conjugal, no amor fraternal (entre irmãos e companheiros de fé e caminhada cristã), no amor pelo próximo (independentemente de laços sanguíneos e de credo), no amor ao inimigo (pessoas que julgamos hostis a nós) e no amor a Deus (aquele que existe, mas que não vemos). O amor é tão importante no cristianismo que toda a lei de Moisés e todo o ensino dos profetas dependem tanto do amor de Deus (que é o primeiro mandamento de maior importância) como do amor ao próximo (que é o segundo mandamento de maior importância). Esses dois mandamentos são como elos de uma corrente (Mt 22.36-40). No entanto, amar não é tão natural como deveria ser. Em última análise, a... ...

Leia mais →